PM preso suspeito de estuprar a filha e outras quatro meninas com idades abaixo de 14 anos é encontrado morto



Foto: Divulgação/Polícia Militar


O sargento da Polícia Militar preso em julho deste ano, suspeito de estuprar a filha e outras quatro meninas em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, foi encontrado morto dentro da cela onde estava detido. Todas as supostas vítimas têm idade abaixo dos 14 anos.

A informação foi confirmada pela Polícia Militar da região. O corpo foi encontrado na quarta-feira (15), dentro de uma cela em um Batalhão da PM, onde ele estava preso.

Relembre o caso

O sargento foi detido na sede da 9ª Região de Segurança Pública em Uberlândia (Risp). Uma equipe da Polícia Civil cumpriu mandado de prisão contra ele após relatos dos abusos.

A acusação é da mãe da filha do policial. Ela relatou que a vítima a contou sobre o abuso sexual por parte do pai. A criança contou que teria ido dormir com sua avó, mas acordou com o pai na cama e que, durante a noite, sentiu ele tirando o cobertor e abaixando sua calcinha. A filha teria sido tocada pelo pai e sentia dores na região íntima.

A menina foi atendida no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).


Há, contudo, um relato de caso mais antigo. O PM é acusado de, em 2018, ter estuprado a filha de um vizinho da época, no bairro Monte Hebron. O caso veio à tona em conversa entre a vítima e seu pai, que tentava entender os motivos que levaram a menina a cortar os próprios braços – EM.



Carlos Magno


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.