Homem mata dentista e arranca dedo para realizar saques bancários


Um homem foi preso na última sexta-feira (16) em Ibirama, Santa Catarina, após matar e roubar um dentista, encontrado morto em seu apartamento em Fraiburgo (SC) sem um dos dedos indicadores. Segundo o comandante da Polícia Militar de Fraiburgo, o ato foi cometido para que fosse possível realizar saques bancários em nome da vítima, identificado como Rafael Caranhato, de 25 anos.

Ao prender o suspeito do assassinato a partir da localização do carro de Caranhato, a polícia encontrou o dedo do dentista.

“Ele confessou que cortou o dedo e o usou para realizar saques bancários”, disse o tenente Marcos Evandro Tarniovicz. O valor sacado, de cerca de R$ 6 mil, foi recuperado pelas autoridades, bem como outros itens pessoais de Rafael Caranhato.

O tenente Tarniovicz afirmou que a polícia foi acionada após o dentista não aparecer no trabalho, o que causou estranhamento entre os funcionários.

Rafael foi encontrado morto com marcas de luta corporal dentro do apartamento, que estava revirado.


Por meio de nota, a Polícia Civil de Santa Catarina afirmou que o autor do crime foi autuado em flagrante pelo crime de latrocínio — roubo seguido de morte.




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.