Juazeiro do Norte-CE: Aposentado morre após ser picado por um escorpião

Escorpião possui um veneno bastante tóxico (Foto: Ilustrativa)Demontier Tenório///.miseria.com.br




 Dois corpos de aposentados foram necropsiados nesta terça-feira no IML (Instituto Médico Legal) de Juazeiro do Norte. O primeiro de Raimunda Alves dos Santos, que completaria 93 anos no próximo dia 20 de novembro e residia na Rua Dom Pedro, 1872 (Franciscanos) em Juazeiro. Na sua casa, foi vítima de uma queda e socorrida para o Hospital Regional do Cariri, onde faleceu. Outra morte violenta foi motivada por uma picada de escorpião.

O aposentado Acelino Teles de Araújo, de 77 anos, residia na Travessa Raimundo Holanda Bezerra, 30 (Triângulo) e foi a óbito por volta das 15h30min de ontem. Segundo familiares, o mesmo foi picado por um escorpião e morreu pouco tempo após dar entrada no HRC, sendo encaminhado para o SVO (Serviço de Verificação de Óbito) da Faculdade de Medicina de Barbalha e, posteriormente, ao IML por ser considerada uma morte violenta.

O escorpião é considerado uma praga urbana e causa pânico em muitas pessoas. Seu veneno pode ser tóxico em maior ou menor grau dependendo da espécie, pois possuem duas glândulas que expelem veneno por um canal que desemboca próximo ao ferrão. Em casos de picada, o Centro de Zoonoses deve ser notificado sobre o ocorrido o que deixa de ser feito por muitas vítimas quando o órgão deixa de guiar medidas e focalizar áreas para ações de controle.

A picada de algumas espécies causa aumento da pressão, distúrbios do ritmo cardíaco, redução do diâmetro de vasos sangüíneos, eventualmente, insuficiência cardíaca, acúmulo de líquido nos pulmões e até choques provocando uma desordem total do sistema circulatório e sua incapacidade de irrigar todos os tecidos do corpo. No Brasil, a maior parte dos acidentes com animais peçonhentos é provocada pela picada dos escorpiões e ocorrem dentro das casas. Em geral, os ataques se dão quando, de alguma forma, eles se sentem ameaçados com a proximidade de uma pessoa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.