quinta-feira, 30 de julho de 2015

Delegado da PB e secretário de Estado trocam ameaças e brigam ao vivo em entrevista; ouça

Dorta e Virgolino brigaram ao vivo Reprodução/Montagem: Portal Correio 


O secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Wagner Dorta, e o ex da Pasta, atual delegado da Seccional em Guarabira, Wallber Virgolino, trocaram acusações, insultos e ameaças ao vivo no programa Correio Debate, da Rede Correio Sat, nesta quarta-feira (29)

Dorta foi o convidado do programa para fazer um balanço da situação dos presídios da Paraíba, descrever projetos e ações da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado, mas ele fez comparações com a gestão anterior do cargo, o que desagradou o ex-secretário Wallber Virgolino.

Wallber entrou no ar por telefone para contestar as afirmações de Dorta e defender a gestão dele enquanto secretário da Pasta, até 2014. O que seria uma entrevista, acabou em uma grande confusão.

Wagner Dorta disse que Virgolino era uma "fraude da Segurança Pública"; que "as penitenciárias ficaram em situação crítica na gestão dele" e que ele “não era homem”. O delegado, por sua vez, rebateu e disse que “era homem suficiente para entrar pela boca [de Dorta] e sair por onde ele estava pensando...”.

Wallber Virgolino desligou o telefone e ao ser procurado novamente não quis mais se pronunciar sobre a confusão. Wagner Dorta deixou o Sistema Correio e não falou mais sobre o caso.

Wallber Virgolino foi secretário de Administração Penitenciária no primeiro mandato de Ricardo Coutinho (PSB), de 2010 a 2014, quando foi substituído por Wagner Dorta para a gestão do governador reeleito a partir de 2015. Virgolino foi empossado como delegado responsável pela Delegacia Seccional de Guarabira, a 100 km de João Pessoa, no Brejo paraibano.


Portal Correio
Leia Mais ››

Grupo invade terminal bancário e explode caixa eletrônico na PB; caso é o 42º neste ano

Imagem compartilhada no WhatsApp
Criminosos detonaram explosivos em Areial

Mais um posto de atendimento bancário foi alvo da ação de criminosos no interior da Paraíba. Cerca de quatro homens armados explodiram um caixa eletrônico instalado na cidade de Areial (Agreste do estado, a 115 km de João Pessoa).

De acordo com a Polícia Militar, o grupo detonou explosivos no equipamento por volta das 4h. Depois, os assaltantes fugiram em um carro de passeio de cor branca. O valor roubado pelos criminosos não foi divulgado.




Viaturas realizam buscas na região, mas, até as 8h, nenhum suspeito havia sido localizado. A polícia acredita que o grupo fugiu em direção a cidade de Montadas (a 137 km de João Pessoa).

Segundo o Sindicato dos Bancários do estado, este é o 82º caso de violência contra bancos registrada em 2015 na Paraíba. Ao todo, foram 42 explosões a caixas eletrônicos, 18 arrombamentos, 13 ‘saidinhas de banco’, seis tentativas de arrombamentos e três assaltos.


Portal Correio
Leia Mais ››

Governo quer derrubar PEC que obriga patrão a pagar plano de saúde a empregado


O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse nessa terça-feira (28) que o governo vai se esforçar ao máximo para derrubar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 451. Segundo ele, o texto favorece interesses econômicos contrários aos da maioria da sociedade brasileira. A PEC, que obriga empregadores a pagar planos de saúde a todos os empregados, é de autoria do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e está na Comissão de Constituição e Justiça.

“Nós lutaremos com toda força para que a PEC 451, que faz um verdadeiro retrocesso em relação às conquistas que nós tivemos, ao afirmar que a saúde é um direito de todos e dever do Estado, acabando com a figura do indigente na área da saúde, não passe [no Congresso Nacional]”, disse Chioro, durante a abertura do 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, ontem (28). Ele ressaltou que o governo vai mobilizar todas as forças para que a proposta não passe na Câmara.

O projeto de Cunha altera o Artigo 7º da Constituição Federal, obrigando os empregadores a pagar planos de saúde privados a todos funcionários, urbanos, rurais, domésticos ou não. Para justificar a proposta, o autor usa o artigo da constituição que diz que a saúde é direito de todos.

Para Chioro, mesmo que o Artigo 196 da Constituição continue determinando que a saúde é direito de todos e dever do Estado, a aprovação do projeto leva a população a “perder a conquista que significou o sistema universal de saúde”.

O presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Luis Eugenio de Souza, relembrou que, antes da criação do Sistema Único de Saúde (SUS), quem tinha emprego formal pagava a Previdência e tinha direito à assistência pelo Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (Inamps). “Quem não tinha trabalho formal usava o sistema filantrópico, outras alternativas. Os SUS acabou com isso.”

“[Com a proposta], acaba o SUS”, concluiu Jarbas Barbosa, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que foi por cerca de oito anos secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

A PEC 451 é um dos temas em discussão no Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, conhecido como Abrascão, que ocorre em Goiânia até o próximo sábado (1º). O debate é promovido a cada três anos e sedia a assembleia geral da Abrasco. Financiamento do SUS, humanização dos partos, o Programa Mais Médicos e saúde do idoso estão entre os assuntos a serem abordados.

Este ano a Universidade Federal de Goiás (UFG) recebe o evento. O Abrascão reúne pesquisadores brasileiros e estrangeiros e autoridades em atividades sobre diversos temas, propostas e acontecimentos relacionados à saúde, ciência, tecnologia e inovação, educação e sociedade.

Da Agência Brasil
Leia Mais ››

MP-Procon e órgãos de fiscalização recomendam suspensão da venda de 58 medicamentos proibidos pela Anvisa


O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba – MP-Procon assinou nesta sexta-feira (24) a recomendação conjunta nº 004/2015 suspendendo a comercialização e distribuição de 58 medicamentos proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O evento aconteceu na sede do MP-Procon, em Tambiá.

A recomendação também foi assinada por representantes da Gerência de Vigilância Sanitária de João Pessoa (GVS); da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa); do Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM); do Conselho Regional de Farmácia (CRF); do Procon Legislativo; da comissão de Direito Sanitário e Biodireito da OAP/PB, e dos Procons Municipais de João Pessoa, Campina Grande e Cabedelo.

Ao assinar a recomendação, o diretor-geral do MP-Procon, o promotor de Justiça Glauberto Bezerra explicou que essa ação conjunta visa informar a população, as farmácias e as distribuidoras de medicamentos sobre a retirada dos produtos do mercado que colocam em risco a saúde do consumidor. ”Uma situação que assusta porque a população não sabia desses problemas e o MP-Procon, em conjunto com os órgãos envolvidos, vem se esforçando para combater essa violência silenciosa que é a falsificação de medicamentos”, disse Glauberto Bezerra.

“Nesse diapasão, o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de João Pessoa (Sindfarma) e Sindicato do Comercio Atacadista de Drogas e Medicamentos do Estado da Paraíba recebem a incumbência de divulgar a todos as empresas a expedição desta recomendação conjunta”, afirma o diretor.

Segundo Glauberto Bezerra, a recomendação faz parte de um conjunto de ações do Programa de Prevenção de Acidentes de Consumo, capitaneada pelo Ministério Público da Paraíba em união de esforços com os demais setores de fiscalização atuantes no Estado da Paraíba.

Em fevereiro, o MP-Procon já havia expedido recomendação conjunta suspendendo a comercialização de outros 18 medicamentos devido à proibição pela Anvisa.

Confira no site do Ministério Público da Paraíba a tabela completa dos medicamentos. Clique aqui.

Do Ministério Público da Paraíba
Leia Mais ››

Windows 10 começa a ser liberado de graça para donos de Windows 7 a 8.1

Atualização pode demorar; ‘insiders’ e quem fez reserva
 recebem primeiro.
Donos de computadores com sistemas antigos terão de pagar.


A Microsoft começou a liberar nesta quarta-feira (29) o download de seu novo sistema operacional, o Windows 10, que funcionará em computadores, notebooks, celulares e tablets da empresa. A atualização ocorre quase três anos após o lançamento do antecessor, Windows 8.1, mas pode não chegar a todo mundo em um primeiro momento.

Para garantir que todos os interessados receberão o software sem problemas, a Microsoft disponibilizará o sistema em fases. Isso quer dizer que, em um primeiro momento, nem todos as pessoas elegíveis a fazer o download gratuito conseguirão. Essa opção é válida para quem possui Windows 7, Windows 8, Windows 8.1 e Windows Phone 8.1, em 190 países, incluindo o Brasil. A gratuidade vale até junho de 2016.

Para receber a novidade, a máquina deve preencher alguns requisitos, como ter processador de 1 GHz, e memória RAM de 1 GB (para 32 bits) ou 2 GB (64 bits) e espaço livre de 16 GB (para 32 bits) ou de 20 GB (64 bits). Antes ainda é preciso fazer alguns preparativos. Donos do Windows 7 devem se certificar de que baixaram e instalaram o Service Pack 1 e quem usa o Windows 8 deverá atualizar para Windows 8.1.

Quem recebe primeiro
O processo de envio do aviso para renovar o sistema pode demorar semanas. Os primeiros a receber o novo software foram os 5 milhões de participantes do programa Windows Insider, voltado a usuários que comentam suas impressões com a Microsoft a respeito do software.

A segunda onda deve ser a dos usuários que fizeram a reserva em 1º de junho, assim que a Microsoft anunciou a data oficial de lançamento. Tanto integrantes do primeiro quanto do segundo grupo serão avisados de que podem baixar o Windows 10 ao abrir o computador. A notificação será feita por meio de um ícone na parte inferior direita da barra de ferramentas: “Seu computador está pronto para sua atualização gratuita”.



Aviso de que o sistema está pronto para receber a atualização do Windows 10. (Foto: Divulgação/Microsoft)

Quem recebe depois
Quem não fez reserva ou não é um Insider deve integrar a terceira leva. Há ainda o conjunto de usuários que não são elegíveis para instalar o sistema gratuitamente. Isso vale para aqueles que possuem Windows Vista, XP ou outra versão anterior. Essas pessoas deverão comprar uma licença de uso por um preço ainda não informado para o Brasil pela Microsoft. Nos Estados Unidos, custará US$ 119 (Home, versão doméstica) e US$ 199 (Profissional, para empresas).

Instabilidade
Alguns sistemas podem apresentar alguma instabilidade com a atualização, apesar de, segundo a Microsoft, o Windows 10 ser compatível com a maioria dos Windows 8 e 7. Isso pode ocorrer porque o dispositivo não tem capacidade para rodar o novo sistema, explica a Microsoft.

Caso o problema surja, a empresa diz que informará o contato de um profissional ou indicará soluções alternativas dentro da loja do Windows. O novo software é uma investida do presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, para reconquistar terreno perdido em um mundo dominado por tablets e smartphones.

Veja abaixo algumas das novidades do Windows 10:

Cortana
A assistente pessoal aprende as preferências do usuário do sistema para fazer recomendações, informar o jeito mais rápido de acessar informações no aparelho e na internet, além de lembrar compromissos e atividades agendadas. É possível se comunicar com a Cortana falando ou escrevendo. A assistente não funcionará apenas no Windows 10, mas também em celulares e tablets que rodem o Android, do Google, e o iOS, da Apple. Participantes brasileiros do programa Windows Insider receberão a Cortana ainda em 2015.



Cortana, assistema pessoal do Windows 10, chegará a celulares com Android (imagem), do Google, e iOS, da Apple. (Foto: Divulgação/Microsoft)

Microsoft Edge
O navegador foi criado pela Microsoft para substituir o clássico Internet Explorer. Antes de visitar novas páginas, o usuário passará por uma espécie de janela personalizada com sites mais visitados, aplicativos e informações pessoais obtidas através do uso da assistente virtual da empresa, a Cortana.



Edge é o novo navegador na internet da Microsoft, criado para substituir o Internet Explorer no Windows 10. (Foto: Divulgação/Microsoft)



Windows Continuun
A ferramenta facilitará a integração de aparelhos que rodem Android e iOS com um computador equipado com o Windows 10. Caso o smartphone já rode o sistema da Microsoft, a conexão com o PC o fará funcionar como um computador de mesa.

Candy Crush e Paciência
Os dois jogos, o clássico das cartas e o hit dos smartphones, estarão presentes no novo sistema. Instalados de fábrica, os games não precisarão ser baixados.



‘Paciência’, jogo clássico dos sistemas operacionais Windows. (Foto: Divulgação/Windows)

Emoji de ‘dedo do meio’
O Windows 10 contará também com alguns emojis novos, como o “dedo do meio” — já é possível usá-lo no WhatsApp– e de algumas novas variações de tons de pele. Além delas, também estarão presentes atualizações de modelos conhecidos, como a da atendente de balcão de informações – conhecida popularmente como “mulher atrevida”. A empresa também afirma que escolheu a cor cinza como o tom de pele neutro de seus emojis.



Novos emojis do Windows 10 incluem dedo do meio e novos tons de pele (Foto: Divulgação)

Atualizações automáticas
O Windows 10, novo sistema operacional da Microsoft, vai forçar os usuários a instalarem atualizações mesmo que eles não queiram. A novidade é descrita no acordo de licenciamento que os donos do software têm de assinar antes de começar a utilizá-lo. Com isso, não só funções para ampliar a segurança ou correções de falhas serão incluídas no Windows 10, mas também novas ferramentas serão implantadas no sistemas sem que o usuário possa optar.

Do G1
Leia Mais ››

MPPB VAI NOMEAR 32 APROVADOS NO CONCURSO ESTE ANO

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) vai nomear até o final deste ano apenas 32 candidatos aprovados no concurso público para servidores, do total de 105 vagas que foram disponibilizadas para o certame. É o que informou o procurador-geral de Justiça licenciado Bertrand de Araújo Asfora, mais votado na lista tríplice destinada à escolha do próximo chefe do MPPB. Segundo Bertrand, essa é a previsão orçamentária do MPPB para nomeações de concursados este ano. Os demais ficarão para posterior nomeação.

"Nós fizemos uma reforma administrativa no Ministério Público. Mudamos o sistema de nomeações e colocamos por região para evitar aquela história do cidadão que passa no concurso no interior e em breve possa vir para João Pessoa", explicou Bertrand Asfora, acrescentando que nas mudanças, primeiro será feita a lotação dos servidores atuais, o enquadramento dos servidores atuais, e a abertura para os processos de remoções. "Aí, a partir disso, via Conselho de Gestão - que é um conselho democrático que nós temos com promotores eleitos na Paraíba inteira, vamos discutir as nomeações e como vamos fazê-las", explicou o procurador-geral licenciado.

De acordo com o MPPB, o aumento no quantitativo de cargos efetivos corresponde a 38%, em relação ao quadro atual. "É um aumento grande, mas para quem tem 274 e vai para 385, ainda temos uma demanda enorme de servidores", disse Bertrand, que comparou ao quadro de servidores do Judiciário, que corresponde a quase 4 (quatro) mil servidores efetivos.

Resultado - Até o momento não houve, segundo o MPPB, nenhum questionamento judicial contra o concurso público realizado neste ano para o preenchimento de 105 vaga, no qual foram registrados 49.361 inscritos, dos quais 11.964 não compareceram às provas. "Com o concurso coroado de êxito, esperamos até o final do mês de agosto divulgar o resultado no final do mês de agosto", finalizou Bertrand Asfora. Segundo o edital o resultado do certame está previsto para o dia 27 de agosto.
Leia Mais ››

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Presos na PB, suspeitos de clonar cartões levavam 'vida de rico' no Norte-Nordeste

Imagens cedidas pelo delegado Lucas Sá















Delegado divulgou identificação dos suspeitos


Dois homens suspeitos de furto de dados e clonagem de cartões de crédito e débito foram presos na noite dessa terça-feira (28), na cidade de Mamanguape, no Litoral Norte do estado, pela Polícia Civil da Paraíba. Conforme o delegado adjunto da Defraudações de João Pessoa, Ragner Magalhães, a dupla – natural do estado do Acre - levava vida de rico no Norte-Nordeste com os golpes que praticavam. Eles foram indiciados do por estelionato e associação criminosa. A prisão dos suspeitos faz parte da Operação Trojan.

Segundo o delegado, um dos suspeitos, identificado como João Mirle, 42 anos, era conhecido como 'playboy da cidade', por causa da ostentação que fazia com o dinheiro obtido com os golpes. O carro que ele usava no momento da prisão, por exemplo, está avaliado em R$ 100 mil, conforme o delegado. Luiz Henrique, 25 anos, também foi preso. A identificação dos dois foi repassada pelo delegado.


“Nos celulares deles encontramos vídeos e fotos de uma vida luxuosa. Carros importados como BMW e Veloster, além de roupas de grifes, maços de dinheiros e hospedagem em flats de alto padrão em Natal (RN) e João Pessoa (PB). Frequentava restaurantes e boates caras. Uma vida de rico muito diferente do padrão real deles. A dupla pode ter agido também em Pernambuco”, revelou.

De acordo com as investigações, os presos são naturais do estado do Acre e estavam há dois meses circulando entre o Rio Grande do Norte e a Paraíba. A dupla foi detida quando passava pela BR-101 durante uma abordagem de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Os policiais consultaram o sistema e constataram que os dois tinham passagem por estelionato. Durante buscas minuciosas no veículo, os policiais rodoviários encontraram cartões de crédito clonados, leitor de cartão de crédito (chupa cabra), um notebook com programas utilizados na obtenção e fabricação de cartões clonados, assim como documentos pessoais e máquina de cartão de crédito e débito”, disse o delegado.

Magalhães revelou ainda que a dupla foi levada para a delegacia da cidade onde as autoridades locais informaram a Defraudações da Capital sobre a ocorrência. “Fizemos um trabalho conjunto e de posse das informações, solicitamos os mandados de prisão contra os dois e em uma hora o juiz despachou e demos voz de prisão”, falou. Os suspeitos - que negam a prática de estelionato - foram apresentados à imprensa e transferidos para a Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, na Capital.

O delegado frisou que já são quatro homens presos desde o 14 de julho dentro da Operação Trojan. “Já são quatro pessoas presas preventivamente até o momento. As investigações da Delegacia de Defraudações continuarão até a identificação de toda a organização criminosa que vinha atuando em João Pessoa há pelo menos dois meses, clonando cartões de diversas vítimas e realizando compras e saques com as informações obtidas de maneira criminosa.
Leia Mais ››

Lula entra na Justiça por danos morais contra jornalistas de revista

DE BRASÍLIA - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou na Justiça do Distrito Federal com uma ação por reparação de danos morais contra jornalistas da revista "Veja".

O petista questiona reportagem publicada pela revista nesta semana, afirmando que o ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho, o Leo Pinheiro, está negociando delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato e que ofereceu informações sobre como Lula teria se beneficiado do esquema de corrupção da Petrobras.

A defesa do executivo, que está em prisão domiciliar e é próximo de Lula,negou a oferta após a publicação.

A Editora Abril, que edita a "Veja", ainda não se pronunciou sobre o caso.

Os advogados de Lula acionaram judicialmente os jornalistas Robson Bonin, Adriano Ceolin e Daniel Pereira, que assinaram a reportagem, além do diretor de Redação da publicação, Eurípedes Alcântara.

"O texto é repugnante, pela forma como foi escrito e pela absoluta ausência de elementos que possam lhe dar suporte", diz o Instituto Lula.

A peça sustenta também que, de acordo com jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça, "a liberdade de comunicação e de imprensa pressupõe a necessidade de o jornalista e/ou o veículo pautar-se pela verdade". A íntegra da ação foi disponibilizada no site do Instituto Lula.

Segundo o texto da "Veja", negociação entre o executivo e os investigadores da Lava Jato envolveria também o detalhamento de despesas pessoais da família de Lula pagas pela empreiteira e, ainda, a entrega de uma lista com todos os políticos que receberam dinheiro com origem no esquema de corrupção da Petrobras, por meio da OAS.

Leo Pinheiro foi preso em 14 de novembro de 2014, sob acusação de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e de integrar organização criminosa. Ele nega as acusações. Foi colocado em prisão domiciliar em abril.

Folha de S.Paulo
Leia Mais ››

Correios anunciam concurso para carteiro com cerca de 2.000 vagas


Paulo Pampolin/Hype

Os Correios anunciaram que vão publicar edital de abertura de concurso público para preencher vagas de carteiro, com salário inicial de R$ 1.620,50, e operador de triagem e transbordo, que recebe R$ 1.284,00. No total, são cerca de 2.000 vagas.

Além disso, os funcionários recebem benefícios como vale alimentação ou refeição (de R$ 971,96 a R$ 1.092,48), vale-transporte, auxílio-creche ou auxílio babá, além de adicionais - de acordo com o Plano de Cargos, Carreiras e Salários- e a possibilidade de adesão ao Plano de Previdência Complementar.

Do total de vagas, algumas são imediatas e outras para cadastro reserva, mas os Correios não disseram quantas. Além disso, 10% serão para pessoas com deficiência e 20% para pessoas pretas e pardas.

As vagas serão distribuídas em 11 Estados: Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal. Segundo os Correios, ainda há cadastro reserva para os outros Estados, do concurso feito em 2011, e que ainda está valendo.

A previsão é que a empresa divulgue os demais detalhes sobre o concurso até o final de agosto.
Leia Mais ››

terça-feira, 28 de julho de 2015

OPERAÇÃO ANDAIME: MPF faz nova denúncia contra 19 envolvidos


O Ministério Público Federal (MPF) em Sousa denunciou nesta terça-feira, 28 de julho de 2015, mais 19 envolvidos na organização criminosa que fraudou licitações em obras e serviços de engenharia em municípios do Alto Sertão paraibano. Os delitos praticados pelos 19 denunciados atingiram os municípios de Joca Claudino e Bernardino Batista. Ao todo foram 74 crimes cometidos, dentre eles, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, peculato e organização criminosa.

O Ministério Público requer a aplicação da perda de cargo, emprego, função pública ou mandato eletivo dos réus como efeito da condenação. Também requer a aplicação da pena privativa de liberdade em quantidade a ser proposta para cada um dos réus, individualmente, no final do processo.

Além disso, o MPF pede a fixação, em R$ 18 milhões, do valor mínimo para reparação dos danos causados pela organização criminosa.

A quadrilha foi desarticulada durante a Operação Andaime, deflagrada em 26 de junho de 2015, numa ação conjunta do MPF, Controladoria Geral da União e Polícia Federal.

Sem sigilo - Tal como fez em 23 de julho, quando requereu à Justiça o levantamento da publicidade restrita quanto à identidade dos nove primeiros denunciados no caso, o Ministério Público Federal requereu novamente o levantamento do sigilo, dessa vez, com relação aos 19 novos denunciados.

Para o MPF, após apresentada a denúncia, deve prevalecer o direito da sociedade de acompanhar o processo judicial instaurado contra os réus. O órgão também reitera que, ao ser iniciada a ação penal, passa a vigorar o princípio da liberdade de imprensa, previsto no artigo 5º da Constituição Federal.

Ação Penal nº 0000475-69.2015.4.05.8202, em trâmite na 8ª Vara Federal em Sousa.

Assessoria
Leia Mais ››

Dilma pede, com "humildade", que sociedade participe do seu governo

É preciso usar internet a favor do debate, diz Dilma,
defendendo a participação popularWilson Dias/Agência Brasil



A presidenta Dilma Rousseff pediu nesta terça-feira (28) que a população brasileira participe do seu governo com opiniões e críticas, ao lançar uma nova plataforma na internet, intitulada Dialoga Brasil, para acolher sugestões sobre programas governamentais, e solicitou a colaboração das pessoas com "muita humildade".

Na opinião da presidenta, é preciso "usar internet a favor do debate, da criação de consensos transformadores". Ela destacou a importância da participação popular. "O governo precisa escutar comentários, observações, críticas, sugestões e propostas sobre todos assuntos. Vamos lutar para que esse processo crie vínculos e, nas suas sugestões, crie caminhos novos, melhores, aperfeiçoados. É isso que devemos para o nosso Brasil", disse.

"Quando a gente cria um consenso, quando é capaz de criar uma opinião comum entre nós, nós temos um poder transformador imenso. E quero concluir dizendo o seguinte, com muita humildade: o governo precisa que vocês participem", afirmou Dilma.

Dilma participou, ao lado de ministros, do evento de lançamento do site, que foi organizado no formato de um programa de televisão. De frente para um auditório, com a participação de membros de conselhos da sociedade civil, ela ouviu de integrantes do governo explicações sobre como vão funcionar os primeiros debates sobre quatro temas: segurança pública, saúde, redução da pobreza e educação.

Além de lembrar que assumiu o diálogo como compromisso do segundo mandato, Dilma disse que o primeiro compromisso de um governo deve ser "escutar, ouvir, receber sugestões, aceitar comentários e críticas". Segundo ela, nenhum programa governamental foi bem-sucedido sem que se tivesse analisado "sistematicamente" as falhas, "onde é que a gente melhorava".

Ao citar um exemplo de programa criado após a participação das pessoas, a presidenta lembrou do Mais Médicos, criado a partir de uma "grande reclamação" que havia sobre a assistência básica de saúde em pequenas cidades e também nas metrópoles. “Passamos a estudar o assunto, pensar sobre ele, discutir com as pessoas. Muitas disseram: 'não foi, não saiu da cabeça mágica de alguém', escutamos muitos. Se alguém não havia escutado antes, é porque não abriu os ouvidos”, disse.

"Aprendemos ao longo do caminho algumas coisas: é muito difícil governar um país da dimensão do Brasil sem ouvir pessoas. Sem perceber que as grandes iniciativas que tivemos até agora, quase todas, vieram através de momentos de participação popular, de diálogos, criticas, comentários sobre a situação do país", afirmou Dilma.

De acordo com a presidenta, o Dialoga Brasil é a continuidade dessa política de ouvir e acatar sugestões, mas agora de um modo "mais bem formulado". Após citar a experiência que teve o governo na construção do Programa Minha Casa, Minha Vida, com a ampliação do número de moradias pouco a pouco, Dilma reconheceu a importância de aceitar opiniões contrárias: "a crítica é interessante porque sempre tem de ser olhada por nós com respeito. Ela tem de ser olhada com base na história, o que leva a ela”.

O Dialoga Brasil (dialoga.gov.br), canal de comunicação do governo com a população na internet, foi criado para estimular a participação digital nas atividades governamentais. Uma das novidades é que a população poderá conversar com os ministros via bate-papo online, pelo site da plataforma.

Após a participação dos ministros, algumas sugestões colocadas no site foram lidas ao vivo durante o evento. Uma das intervenções dizia respeito à violência sofrida atualmente por jovens negros, sobre a qual Dilma comentou: "este país viveu a escravidão, uma das maiores manchas. E ela só pode ser colocada no passado se formos capazes de, no presente, estabelecer a igualdade racial. Tem uma coisa extremamente valiosa que eu disse na época da Copa do Mundo, que acredito que temos um país com autoestima da sua diversidade étnica. O país dá um passo à frente quando se reconhece como um país multiétnico. E isso é um elemento que temos que usar a favor do processo de superação do preconceito e intolerância".

*Colaborou Marcelo Brandão/Matéria ampliada às 19h40
Edição: Jorge Wamburg
Leia Mais ››

WESLEY SAFADÃO APARA OS CABELOS E FÃS ENLOUQUECEM NAS REDES SOCIAIS

FOTO: Divulgação

O vocalista Wesley Safadão deixou os fãs nervosos ao divulgar uma imagem no cabeleireiro no início da tarde desta terça-feira (28).

“Aqui com o amigo @paulinojrcab, dando uma aparada nos pelos!”, publicou o cantor no perfil do Instagram.

Na foto, Wesley parece ter adotado visual com cabelos mais curtos, e deixado de lado as longas madeixas que são sua marca registrada.

Em poucos minutos, fãs lamentaram a suposta mudança no corte. “Ah não, @wesleysafadao. Não gosto de você com cabelo curto, deixa crescer como antes”, pediu um seguidor. “Não gostei de você ter cortado!!! Era um charme exclusivo. Que pena”, lamentou outro.

Houve também quem parabenizasse o vocalista da banda Garota Safada. “Tem mais é que cortar, as pessoas evoluem. E deveria doar o cabelão”, cogitou um fã.

Entretanto, de acordo com a assessoria de imprensa de Wesley, a visita ao cabeleireiro foi apenas de rotina; o cabelo continua longo. O cantor está em contagem regressiva para a gravação do DVD no estádio Mané Garrincha, em Brasília, no próximo sábado (1º).FOTO: Reprodução


http://fm93.com.br/
Leia Mais ››

Seguidores